News

Modelagem ecofisiológica de Eucalyptus avança no Brasil com parceria entre TECHSIPEF e ESALQ/USP




A integração dos trabalhos do TECHS (Tolerância de Eucalyptus Clonais ao Estresses Hídrico, Térmico e Bióticos) do IPEF com o Grupo de Pesquisas em Agrometeorologia da ESALQ/USP, possibilitou uma grande evolução no ramo da pesquisa sobre modelos ecofisiológicos. Destaque para os estudos sobre adaptação, calibração, avaliação e sobretudo melhoria do desempenho de diferentes modelos de simulações para as condições ambientais e silviculturais numa ampla escala territorial. Em artigo recentemente publicado na revista Forest Ecology and Management, pelos autores Elvis Felipe Elli, Paulo Cesar Sentelhas, Cleverson Henrique de Freitas (ESALQ), Rafaela Lorenzato Carneiro (IPEF) e Clayton Alcarde Alvares (ex-IPEF e atualmente na Suzano), intitulado “Intercomparison of structural features and performance of Eucalyptus simulation models and their ensemble for yield estimations”, foi mostrado o desempenho de diferentes modelos baseados em processos para estimar a produtividade do eucalipto, em larga amplitude territorial. O estudo também propôs o uso de uma abordagem multimodelos (ensemble) com o intuito de reduzir as incertezas nas estimações de produtividade. Mais detalhes podem ser encontrados em: https://bit.ly/336r5IA.

A partir desse trabalho e da identificação de algumas limitações dos modelos estudados, uma segunda etapa do projeto objetivou melhorar determinadas funções estruturais, que foram adicionadas no modelo Australiano recentemente desenvolvido: APSIM Next Generation Eucalyptus. O trabalho foi realizado pelo aluno de doutorado em Engenharia de Sistemas Agrícolas da ESALQ, Elvis F. Elli, sob orientação do Prof. Dr. Paulo C. Sentelhas, em período de intercâmbio realizado na CSIRO (Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation), na Australia. O trabalho foi publicado na revista “Ecological Modelling”, intitulado “Ability of the APSIM Next Generation Eucalyptus model to simulate complex traits across contrasting environments”. Elvis comenta que o novo modelo apresentou melhorias substanciais nas simulações de produtividade de diferentes clones em distintos ambientes, respeitados os limites estudados. Detalhes sobre o estudo podem ser encontrados em: https://bit.ly/2FlKVaf.

Após adequada calibração e avaliação com dados de campo, os modelos baseados em processos podem ser aplicados em diversas abordagens, gerando inúmeras informações valiosas no contexto da ecologia e manejo florestal, como pode ser observado nos seguintes outros estudos: 1. Análise de quebras de produtividade do Eucalyptus (https:// bit.ly/3bB1Hyr) 2. Análise dos efeitos da variabilidade climática na produtividade do Eucalyptus (https:// bit.ly/3h89hS3).

Outras informações relevantes sobre o tema podem ser encontradas na tese de doutorado de Elvis F. Elli, intitulada “Eucalyptus simulation models: understanding and mitigating the impacts of climate variability and change on forest productivity across Brazil”, bem como artigo publicado recentemente na revista European Journal of Forest Research (https:// bit.ly/35dOXN3), neste último caso, fruto da dissertação de mestrado de Cleverson Henrique Freitas, junto ao PPG em Engenharia de Sistemas Agrícolas, cujo o título foi “Adaptação do modelo da zona agroecológica para a estimação do crescimento e produtividade de eucalipto”.


Fonte: IPEF Notícias Edição 261 (Agosto / Setembro 2020)

Posts Recentes
Arquivo

Agrometeorologia Fácil

USP/ESALQ/LEB - Av. Pádua Dias, 11 - Piracicaba/SP - CEP 13418-900

Tel.: (19) 3429-4283  Fax (19) 3447-8571 - pcsentel.esalq@usp.br

© 2016 Agmfácil