News

É possível estimar a produtividade de pastagens tropicais em monocultivo e em sistemas silvipastoris

No dia 05/02/2018, foi realizada a defesa da tese de doutorado do integrante do grupo Agrometeorologia Fácil, Cristiam Bosi, aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas Agrícolas da USP/ESALQ.

A referida tese foi intitulada “Parameterization and evaluation of mechanistic crop models for estimating Urochloa brizantha cv. BRS Piatã productivity under full sun and in silvopastoral system” e foi desenvolvida sob orientação do Prof. Dr. Paulo Cesar Sentelhas, coordenador do Grupo de Pesquisa em Agrometeorologia da ESALQ/USP - Agrometeorologia Fácil, e co-orientação do Dr. José Ricardo Macedo Pezzopane, da Embrapa Pecuária Sudeste.

A utilização de modelos de processos ou mecanísticos para estimar o crescimento e a produtividade de pastagens tropicais já foi avaliada algumas vezes, porém os resultados não são totalmente satisfatórios pelo fato dos modelos não considerarem os efeitos do florescimento das pastagens na partição de fotoassimilados e na senescência dos tecidos. Além disso, esses modelos foram calibrados para pastagens manejadas por corte e cultivadas a pleno sol, o que não representa a realidade das pastagens brasileiras, que são conduzidas sob pastejo, e não permite a utilização desses modelos para sistemas silvipastoris.

Nesse contexto, o objetivo desse estudo foi parametrizar e testar os modelos mecanísticos APSIM e CROPGRO para estimar a produtividade do capim-piatã (Brachiaria brizantha) a pleno sol e em um sistema silvipastoril, avaliar o desempenho dos modelos para simular as interações árvore-pastagem e desenvolver ferramentas para aprimorar tais simulações.

Visando atingir esses objetivos, foi desenvolvido um novo modelo para simular o crescimento de pastagens na plataforma APSIM, em parceria com a equipe do CSIRO da Austrália. Esse modelo foi chamado APSIM-Tropical Pasture. Além disso, foram desenvolvidas sub-rotinas para a simulação da competição por água em sistemas silvipastoris e um modelo bidimensional para estimar a transmissão de radiação pelas árvores nesses sistemas.

Os resultados obtidos demonstraram que os modelos tiveram bom desempenho e são promissores para simular pastagens a pleno sol, sob pastejo e em sistemas silvipastoris. Porém, mais testes e adaptações são necessários para que os modelos possam estimar com confiabilidade a produtividade em condições de pastejo e em sistemas silvipastoris. A aplicabilidade de tais modelos a nível nacional depende de testes e possíveis calibrações, que deverão ser feitos em trabalhos futuros.

A comissão julgadora da tese foi composta, além do orientador, pelo Prof. Dr. Carlos Guilherme Silveira Pedreira, do departamento de Zootecnia da ESALQ/USP; pela Dra. Patrícia Menezes Santos, da Embrapa Pecuária Sudeste; pelo Prof. Dr. Marcio André Stefanelli Lara, da UFLA; e pelo Prof. Dr. Felipe Gustavo Pilau, do departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ/USP (foto abaixo).


Posts Recentes
Arquivo

Agrometeorologia Fácil

USP/ESALQ/LEB - Av. Pádua Dias, 11 - Piracicaba/SP - CEP 13418-900

Tel.: (19) 3429-4283  Fax (19) 3447-8571 - pcsentel.esalq@usp.br

© 2016 Agmfácil